quinta-feira, março 1

Cinema e Política: Z, de Costa-Gavras

A abrir Z, de Costa-Gavras - entre nós traduzido por Z, a orgia do Poder - somos confrontados com um militar que discursa sobre os males do seu tempo. In casu, é comparado o míldio a uma outra praga, mas de origem intelectual, o comunismo que, no seu entender, é sucessor de outros -ismos: anarquismo, bolchevismo, et cetera.
[Ouvindo esse discurso de teor marcadamente fundamentalista e demagógico, não consegui deixar de fazer a ponte para uma determinada forma de fazer política em Portugal geograficamente localizada na dita Pérola do Atlântico e tendo como epicentro um senhor que vem zombando do País há vários anos.]
Fechando o parêntese momentâneo, em Z, filme adaptado em romance homónimo de Vassilis Vassilikos, assistimos à ascensão ao poder dos militares na Grécia, baseando-se, para o efeito, na repressão (que se faz sentir, principalmente, na orquestração do deputado Lambrakis) e na demagogia. É com Z que se inicia uma tradição que dominará os anos 70: o filme político. Todavia, talvez nehum outro tenha sabido estabelecer tão bem o doseamento entre a realidade social e política e os dramas que os vários elementos do enredo vão vivendo. Provavelmente, o segredo da sua fama lendária, a par da esplendorosa banda sonora de Mikis Theodorakis, resida nesse particular.
Como nota final, sublinhe-se que Gavras e o argumentista Jorge Semprún, logo a começar não se coibem de colocar o seguinte aviso no écran "toda e qualquer coincidência com factos ou pessoas reais é intencional". Trata-se de cinema empenhado é certo. Mas, em qualquer caso, é sempre de louvar esta "política de transparência" dos autores do filme. Todos fossem assim.

3 Comments:

Blogger Shinobi said...

A ^"dita pérola do atlântico" faz parte do país, e é um tesouro natural e ao mesmo tempo verdadeiramente contemporâneo, que está no meio do oceano. Quanto ao "senhor que goza do país", com certeza que existirão outros senhores que não têm vocação para a comédia, mas que quando toca a prejudicar a sociedade portuguesa estão na vanguarda!
Parabéns pelo blogue, tem excelente qualidade e recomenda-se vivamente!!!

6:42 da tarde  
Blogger Hugo Alves said...

Não questiono que a Madeira é um tesouro natural. Já no que toca ao seu "regedor", não resisto, de facto, a comparar o seu discurso com o dos militares de "Z". Vendo o filme percebe-se porquê.

O livro ("Z"), publicado pela Europa-América, também é bom, mas o filme de Gavras está muito mais permeado de ironia...

8:30 da tarde  
Blogger 奇堡比 said...

新女性徵信
外遇調查站
鴻海徵信
亞洲徵信
非凡徵信社
鳳凰徵信社
中華新女性徵信社
全國新女性徵信社
全省女人徵信有限公司
私家偵探超優網
女人感情會館-婚姻感情挽回徵信
女子偵探徵信網
女子國際徵信
外遇抓姦偵探社
女子徵信社
女人國際徵信
女子徵信社
台中縣徵信商業同業公會
成功科技器材
女人國際徵信社
女人國際徵信
三立徵信社-外遇
女人國際徵信
女人國際徵信
大同女人徵信聯盟
晚晴徵信

7:30 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home