quarta-feira, abril 11

Der Stand der Dinge

Der Stand der Dinge (O Estado das Coisas) é um título providencialmente luminoso. Não só porque, em jeito de balanço, capta e dá ao espectador a essência daquilo que verá, mas também porque fornece indícios do leit motiv que guia Wim Wenders: expor muitos dos problemas com que o realizador de Cinema tem de lidar.
Der Stand der Dinge é precisamente isso. Uma reflexão de cariz autobiográfico sobre a criação do Cinema, inspirada - ao que parece - numa máxima de Sam Fuller: “Life is in colour, but black and white is more realistic”. À guisa de macguffin (e como forma de atiçar a curiosidade): o filme que está na base de Der Stand der Dinge é rodado em Portugal e Artur Semedo marca presença. Tal como o próprio Sam Fuller.