domingo, novembro 26

The Misfits


It's... It's like ropin' a dream now. Just gotta find another way to be alive, that's all. If there is one any more.

Dos inúmeros diálogos cortantes de The Misfits, talvez seja este o que melhor define este western dos tempos modernos de John Huston. Num Mundo onde o passado não tem lugar, onde não há espaço para a tradição, sobra o conformismo e a inerente atitude passiva, a par de uma tristeza e apatia constantes. Sobra apenas uma tentativa desesperada - e votada ao insucesso - de procurar a felicidade. A felicidade que teima em fugir, diluindo-se na imensidão espacial de um deserto onde estes inadaptados darão caça aos outros: os cavalos. Porque nenhum deles tem um lar, porque quer o trio quer os cavalos vivem livres - acaso não será uma vã ilusão? - correndo sem destino ao sabor do vento. São estes os inadaptados filmados por Huston, que soube captar a tensão existente entre um Mundo que se fazia anunciar e um passado que já não era. Porque o Homem é um produto do Tempo. E estes inadaptados - maxime Gay Lagland (um soberbo Clark Gable) - não fogem à regra. De certa forma, até se podia recuperar uma das máximas de Nicholas Ray: We can't go home again...
Note-se também que este é, de certa forma, o filme que marca o fim do studio system. Construído com total independência perante a indústria, The Misfits marca o adeus de dois dos seus emblemas: Gable e Monroe. Tal como o trio dominado pela amargura que domina o filme, também Hollywood começava a não ter lugar para estas estrelas. Também elas inadaptadas. O título The Misfits acaba, assim, por ter a virtualidade de ser o canto do cisne de uma época e de cristalizar na perfeição os sinais de um tempo.

7 Comments:

Anonymous Anónimo said...

- Belíssimo Post.

12:20 da tarde  
Blogger wasted blues said...

O filme dá azo à inspiração ;)

Adorei vê-lo, finalmente, numa sala de cinema!

4:17 da tarde  
Blogger Hugo Alves said...

:-)

É absolutamente soberbo, de facto.

5:23 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Très, très beau (le film, la soirée, le texte).

8:36 da tarde  
Blogger H. said...

Não tem tempo, como já não havia tempo para eles. E é de todos os que não têm tempo certo. Ao revê-lo no sábado compreendi claramente a sua tremenda actualidade...

Belo texto. Belo, belo filme.

10:27 da tarde  
Blogger Hugo Alves said...

Obrigado :-)

9:43 da manhã  
Blogger 奇堡比 said...

新女性徵信
外遇調查站
鴻海徵信
亞洲徵信
非凡徵信社
鳳凰徵信社
中華新女性徵信社
全國新女性徵信社
全省女人徵信有限公司
私家偵探超優網
女人感情會館-婚姻感情挽回徵信
女子偵探徵信網
女子國際徵信
外遇抓姦偵探社
女子徵信社
女人國際徵信
女子徵信社
台中縣徵信商業同業公會
成功科技器材
女人國際徵信社
女人國際徵信
三立徵信社-外遇
女人國際徵信
女人國際徵信
大同女人徵信聯盟
晚晴徵信

6:29 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home