sábado, setembro 22

O estado das coisas*

Ver um documentário em fase de montagem. Tecer apreciações. Dar ideias que dão trabalho.
Acto contínuo, começar a falar de Cinema. Ser cravado para escrever um guião (e isto só depois de explicar a base para o dito, rectius a realidade ("straubianamente" falando) que serve como ponto de partida e narrar - com direito a imagens semi-enquadradas por umas mãos torpes, mas sonhadoras - os primeiros planos). Talvez seja desta que me dedico (com mais intensidade e afinco...) à escrita. Vai ser uma bela peregrinação. Esperemos que não se transforme em via sacra.
* post manifestamente umbiguista.